Danos ao cabelo: tipos, causas, efeitos e soluções

Pantene_ProAdvice_Mythbuster_dano_cabelo_causa_solucao

Sabe aqueles dias em que você sente seu cabelo feio ou difícil de pentear? Basicamente, ele está danificado. Os efeitos visuais e sensoriais do dano, como pontas partidas, falta de brilho, ressecamento, entre outros, são o resultado de danos acumulados com o tempo e fatores externos. A cutícula do cabelo sofre danos, deixa a camada interna e suas células expostas e fragilizadas, o que resulta em danos ainda mais severos à saúde dos fios.

Agora que você já conhece os sintomas de um cabelo danificado, aprenda sobre os tipos de danos e como preveni-los e recuperar a saúde de suas madeixas!
Danos Químicos

Todos os tipos de tratamentos químicos como tintura, luzes ou reflexo, alisamento, escova progressiva, japonesa ou definitiva, permanente, alongamento ou apliques ressecam o cabelo e modificam a estrutura natural das cutículas. São perfeitos para o look, mas vilões para a saúde do cabelo.
Os alisamentos, progressiva e permanentes rompem a camada superficial dos fios e chegam até o córtex, quebrando as pontes de enxofre e alterando a estrutura natural do cabelo para uma nova forma. Esse processo retira a camada protetora da cutícula (responsável pelo brilho e textura) e a capacidade de reter a umidade (responsável pela hidratação) dos fios.
Já as tinturas e colorantes causam danos permanentes à camada protetora de lipídios da superfície do fio, fazendo com que o cabelo fique exposto a fatores externos, e se sinta notavelmente frágil, quebradiço e sem brilho ou maciez (pois a gordura dos lipídios é o que proporciona esse benefício).
Se não forem acompanhados de tratamentos intensivos, poderosos e muita hidratação, estes danos só pioram. O essencial é restaurar profundamente os fios com Tratamento Pós-Químico, Tratamentos Intensivos e Ampolas, especialmente na primeira semana após o processo químico.
As provitaminas e aminossilicones da exclusiva fórmula Pro-V penetram em âmbito celular no cabelo, agindo para reparar os danos mais severos e devolver a camada protetora à cutícula, trazendo de volta a hidratação intensa, maciez, saúde e muito brilho!

Danos ambientais e por exposição solar ou ao calor excessivo

A exposição constante a elementos como o mar (sal), piscina (cloro e ozônio) e poluição afeta diretamente as cutículas desde a raiz, fazendo com que se rompam. Esse processo causa frizz, ressecamento e aparência danificada.
Já o sol, tão querido e essencial para as brasileiras, é outro vilão perigoso. A luz ultravioleta da exposição solar direta afeta a cutícula de forma similar à descoloração, tirando sua camada protetora e de retenção de umidade. Com isso, as proteínas do cabelo, especialmente a queratina, desintegram-se. Quando você vê mechas mais claras depois de um banho de sol, é um sinal de que esse processo ocorreu. Essas mechas vão estar ressecadas e com aspecto esponjoso.
Para evitar esses danos e manter seus fios e couro cabeludo protegidos e saudáveis, procure sempre utilizar um chapéu ou boné quando for expor o cabelo ao sol por um longo período de tempo.
No caso de chapinha, secador e babyliss, o calor excessivo em contato com a cutícula também rompe imediatamente a camada de proteção e retenção de hidratação do cabelo, deixando exposto o córtex e as camadas mais internas dos fios. Quando isso ocorre, o cabelo perde a capacidade de reter também suas proteínas naturais e vitaminas, pois não está mais selado. Essa deficiência na camada protetora e a ação do calor no núcleo das células faz com que os fios fervam, ressequem, quebrem facilmente e formem pontas duplas.
Para proteger-se contra os efeitos do calor excessivo na hora de secar ou pentear o cabelo, lembre-se de sempre utilizar um tratamento termoprotetor, que formará um escudo sobre os fios evitando o rompimento da camada protetora e a perda de queratina, mantendo e repondo a hidratação. (Confira mais sobre cuidados do cabelo)

Solução contra os Danos

É muito mais fácil tratar o cabelo antes de acumular danos do que reparar um cabelo danificado. Uma cutícula danificada pode ser reparada até 99%, mas nunca 100%. O melhor aliado para vencer e evitar o dano é o condicionador, seja em sua forma comum ou mais concentrada e poderosa como em tratamentos intensivos ou ampolas. A estrutura interna do cabelo é composta por pontes de enxofre e de hidrogênio. As últimas impermeabilizam a cutícula do fio, mantendo nutrientes e a umidade necessária dentro das camadas celulares. Sem hidratação suficiente, a quantidade de pontes de hidrogênio diminui significativamente. O uso de produtos condicionantes permite que o cabelo volte a um nível normal de pontes de hidrogênio e fique saudável, suave e nutrido.
O ingrediente estrela dos produtos condicionantes de Pantene com fórmula Pro-V é um composto de aminossilicones chamado dimeticona especial. Ele se deposita seletivamente nos lugares onde cada fio está danificado, reparando o problema e reduzindo a resistência do fio à fricção do penteado.
Outros ingredientes essenciais do condicionador e dos tratamentos Pantene que penetram e suavizam ainda mais as camadas externas do fio são os álcoois graxos.

RECOMENDADO PARA VOCÊ

Anatomia do cabelo Estrutura do cabelo