Estrutura dos tipos de cabelo e sua ciência



Pantene_ProAdvice_PanteneInstitute_fios

Dado que todo cabelo é composto pelos mesmos ¨ingredientes¨ e possui a mesma anatomia, você já se perguntou por que existe uma variedade tão grande de tipos ou estruturas de cabelo? A estrutura ou tipo de cabelo não é apenas a base sobre a qual você prepara seu look, ela também é essencial para entender as necessidades do seu cabelo e que tipo de cuidado e produtos você deve usar para mantê-lo lindo e saudável. Cada tipo de fio pede ingredientes específicos, absorve e reage à fórmula aplicada ao cabelo de uma maneira singular (Conheça nosso produtos com os melhores ingredientes para seu cabelo).

Quais elementos definem a estrutura do cabelo?

Seja liso, ondulado, fino, médio, grosso, cacheado ou tingido (lembrando que a tintura e os processos químicos podem mudar radicalmente a estrutura do cabelo com a qual uma pessoa nasce), a estrutura do cabelo depende de três fatores: as propriedades da superfície, o grau de curvatura do fio e o diâmetro da fibra capilar.

Fator 1: A superfície

Quando pesquisadores e cabelereiros comentam sobre as propriedades superficiais do cabelo, basicamente estão referindo-se ao fato de este ser quimicamente tratado (independentemente do tratamento) ou virgem. Quando tingido, alisado por progressiva, queratina ou relaxamento, ou cacheado por permanente, seu escudo hidratante natural, composto por uma pequena camada de ácidos graxos protetores, também conhecida como camada F, é eliminado, o que afeta a estrutura celular do cabelo. A camada F age como um impermeabilizante para o fio capilar, o que explica por exemplo, por que os cabelos tingidos ou quimicamente tratados absorvem água como uma esponja. Quando úmido, o cabelo tingido pode aumentar seu peso em até 200%, enquanto um cabelo virgem aumenta no máximo entre 12 e 18%. Essa camada também é responsável por manter a cutícula suave e leve, o que permite ao cabelo refletir luz e brilho. Ao retirá-la, os tratamentos químicos geralmente fazem, com o passar do tempo, que o cabelo fique com uma aparência opaca e apagada se não tiver uma rotina de cuidado com tratamentos de qualidade superior.

Fator 2: A Curvatura

A curvatura do cabelo é o termo técnico utilizado por doutores e cientistas para se referir ao grau de cacho de uma fibra capilar. À medida em que o grau de cacheado aumenta, outras propriedades da fibra, como o diâmetro, passam a ser menos decisivas para o visual final que o cabelo vai ter e como ele vai se comportar com o clima e a rotina. Cada fibra capilar cacheada tem um padrão de crescimento natural único e pode retorcer-se e girar em múltiplas direções. O cacheado pode variar de cachos bem definidos naturalmente a outros em que a fibra tem um padrão próprio e diferente de cacho, deixando um visual mais ¨bagunçado¨. Enquanto muitas mulheres com estrutura de cabelo liso frequentemente buscam mais volume e diferenciação no penteado, fazendo ondas ou escova, as mulheres de cabelo cacheado procuram domar o volume do seu cabelo. (Conheça mais sobre a ciência do cabelo)

Fator 3: O diâmetro: seus fios são grossos, médios, ou finos?

Para que um fio ou fibra capilar seja considerado grosso ou fino, mede-se seu diâmetro, independentemente da quantidade de fios que uma pessoa tenha no cabelo. O diâmetro do cabelo humano varia entre 15 micrones (muito fino) e 170 micrones (extremadamente grosso), sendo entre 60 e 110 micrones o diâmetro da raiz no couro cabeludo. O diâmetro tem um impacto significativo na maneira de pentear e nos looks desejados. Quanto mais grosso for o cabelo, por exemplo, maior a probabilidade de que adquira frizz e se sinta áspero, por isso é essencial usar produtos altamente hidratantes. Em contrapartida, a estrutura de cabelo muito fina, por ser bem lisa e flexível, dificilmente mantém um penteado ou look criado por muito tempo, tendendo a regressar ao seu estado liso natural.

RECOMENDADO PARA VOCÊ

Anatomia do cabeloDanos ao cabelo