O fio de cabelo humano é formado por várias camadas diferentes. Ao entender como funciona a estrutura capilar, você vai saber identificar porque seu cabelo está danificado, quando isso acontecer. Sabendo porque seu cabelo está, por exemplo, sem brilho ou sem suavidade, você vai poder cuidar melhor dele. Então vamos lá, a equipe Pantene te explica o que é a anatomia do cabelo.

A cutícula do cabelo Para entender tudo sobre estrutura do cabelo humano, vamos começar pela cutícula.Entre as camadas do cabelo, a externa protege o fio e é chamada de cutícula. Na estrutura do fio de cabelo, a cutícula em seu estado normal é responsável por criar o brilho e a textura suave natural do cabelo. Além disso, ela reduz a fricção entre os fios.

A cutícula do cabelo é formada por 6 a 8 camadas de células que se sobrepõem. Ela ainda é coberta por uma camada invisível de lipídios resistentes à água. Isso mesmo, essa camada é chamada pelos cientistas de “camada de gordura”, e ela dá ao fio uma textura sedosa e macia. Isso significa que a cutícula tem em si um condicionador hidratante natural. Incrível, não é?

Por isso é muito importante cuidar bem da cutícula do cabelo. Processos químicos como tintura, permanente, progressiva e alisamento retiram essa camada de gordura dos fios, causando danos químicos. Da mesma forma, o calor excessivo e a fricção constante são danosos à cutícula, pois rompem sua camada de proteção e danificam as células capilares. Portanto evitar secador, chapinha, babyliss e o excesso de penteados e escovas é uma boa saída para manter a cutícula do cabelo saudável, proporcionando brilho e suavidade aos seus fios.

Ao entender como funciona a estrutura capilar, você vai saber identificar porque seu cabelo está danificado

Preocupados com isso, os cientistas de Pantene, experts em recuperar a camada protetora da cutícula do cabelo desenvolveram fórmulas Pro-V exclusivas para nossos produtos. Eles reparam danos, selam a cutícula danificada e assim devolvem aos seus fios a suavidade e o brilho natural.

O córtex O córtex do cabelo fica na camada interna do fio, protegido pela cutícula. É ele quem vai determinar a forma, a cor, a resistência, a elasticidade e a quantidade de umidade natural dos seus fios. Muita coisa, né? Ele é mesmo muito forte: é mais resistente que o aço e pode ser esticado em até 30% sem sofrer danos sérios.

Mas não se iluda: apesar de muito forte, ele precisa ser cuidado e, como a cutícula do cabelo, sofre com processos químicos, altas temperaturas e fricção excessiva. Quando o córtex do cabelo é danificado, por estar na parte interior do fio, os resultados são também mais duros: o cabelo se torna incapaz de manter a umidade e fica ressecado e bastante fragilizado.

A medula A última das três partes do cabelo é a medula. Trata-se do núcleo central do fio, isto é, a sua última camada da estrutura. A medula, normalmente, só está presente em fios brancos e não tem nenhuma função específica, então também não exige um cuidado particular.

Apesar de muito forte, o córtex do cabelo precisa ser cuidado e, como a cutícula do cabelo, sofre com processos químicos, altas temperaturas e fricção excessiva.

A cor do cabelo Assim como para a nossa pele, a grande responsável pela cor do cabelo é a melanina. Ela é produzida no interior das células capilares e é distribuída ao longo dos fios. As mechas naturais surgem quando essa distribuição não é uniforme. Existe uma grande variedade de cores de cabelo porque a cor é formada a partir da combinação de dois subtipos de melanina. A eumelanina é o que dá os pigmentos pretos e castanho-escuros. Já a feomelanina quase só dá a pigmentação ruiva. Na mescla da eumelanina e da feomelanina, em diferentes proporções, surgem os los castanho-claros, loiros e intermediários.

Os fios brancos O momento do surgimento de cabelos brancos e a sua quantidade são definidas principalmente pela genética. Com o passar do tempo, as células que produzem o pigmento da melanina baixam sua produção até extinguir completamente sua renovação. Os cabelos brancos não estão danificados, mas são mais finos e frágeis. Isso acontece como decorrência de uma série de alterações celulares. A média é de que 50% das pessoas com 50 anos tem a metade dos seus fios já brancos.

Esse artigo foi útil?